Segunda-Feira, 06 de Setembro de 2021

Advogados e membros da ABA contam suas experiências profissionais, desafios e conquistas na advocacia

Advogada Adriana Cardoso conta sua experiência na advocacia e na docência

Compartilhar conhecimentos. Esse é um dos princípios essenciais da advogada e professora universitária Adriana Cardoso. Atua há 21 anos na docência nas           áreas de Direito Civil, Processo Civil e Práticas Jurídicas. A advogada também atua        no Escritório de Práticas Jurídicas, conhecido popularmente por Unijuris, na Universidade de Cuiabá (Unic), no qual atualmente é coordenadora do Núcleo. Além disso, dedica-se também à advocacia em escritório particular, junto a sua sócia, na área de Direito de Família e Sucessões. “Vejo que minha profissão permite inúmeras possibilidades, sendo uma forma de aprender constantemente e transmitir para outras pessoas aquilo que conheci, aprendi e desenvolvi ao longo da minha carreira. Como professora, gosto de passar meu conhecimento, nunca o guardo só para mim”, explica Adriana Cardoso.

Formada desde 1998, aprovada na OAB-SP, iniciou a advocacia na capital paulista, após convite para retornar a Cuiabá, deu início a sua carreira na docência no ano de 2000, ministrando aulas na Universidade de Cuiabá (Unic), onde segue até os dias atuais. “Advocacia é minha grande paixão”, ressalta Adriana. “Parei um tempo de advogar em escritório particular por conta dos filhos, mas segui na docência. Depois, retornei em 2006 com o meu escritório, onde sigo me dedicando na área do Direito das Famílias e Sucessões”, diz.

A advogada trabalha com questões voltadas às relações familiares. Devido a isso, decidiu estudar Psicanálise, buscando entender melhor as subjetividades inerentes às relações familiares. “No início da minha carreira, encontrei diversos obstáculos, por ser muito jovem e também por ser mulher, porém não desisti, pois tenho uma grande paixão em advogar no Direito das Famílias e Sucessões. É uma área que me mantém sempre atualizada, não só em relação às leis, mas também em outros segmentos, como: psicologia, mediação e relações interpessoais. Pensando nisso, hoje estou me especializando  em  Psicanálise, pois  me possibilita compreender melhor as relações familiares. Afinal, são relações mais complexas e que demandam um olhar mais humano para o próximo, para as famílias e principalmente para as crianças, que                   muitas vezes estão no meio de disputas judiciais e não compreendem, mas acabam sendo afetadas”, comenta.

Por ser uma profissional que gosta de compartilhar seus conhecimentos e experiências, Adriana se identificou com o que propõe a Associação Brasileira dos Advogados (ABA). “A ABA me possibilita compartilhar conhecimentos e, ao  mesmo tempo, obter mais. Afinal, essa Associação é uma comunidade entre advogados, como se fosse uma grande família e permitindo o empoderamento de todos os associados, sem distinção. A ABA contribui para a projeção do trabalho dos advogados associados, ao mesmo tempo em que podemos aprender com as experiências e os conhecimentos dos nossos pares”, observa.

A advogada explica que conheceu a ABA por meio da Dra. Ana Lucia Ricarte e considera que essa Associação tem grande relevância ao levar o conhecimento                         para todos, não só da área jurídica, mas à sociedade de modo geral. Além disso, a ABA abrange todo o estado, podendo haver a aproximação de profissionais da  capital e do interior. “Gostaria de enfatizar que a ABA tem uma grande importância no contexto nacional, o que facilitou que os advogados de Mato Grosso também tenham uma projeção em outros estados”, salienta.

Atualmente, Adriana Cardoso integra as Comissões de Direito de Família e Sucessões e do Direito das Mulheres, na ABA. Além disso, é membro do Instituto Brasileiro de Direito da Família (IBDFAM), sendo vice-presidente da IBDFAM-Tec Mato Grosso. Também faz parte do Instituto dos Advogados de Mato Grosso (IAMT), ocupando a presidência da Comissão de Ensino Jurídico.

Aleandra Francisca de Souza: desafios e conquistas na advocacia

Com mais de 20 anos de formação em Direito, a advogada Aleandra Souza acredita que: “A advocacia é atividade merecedora de destaque no exercício da democracia, das liberdades e garantias constitucionais”. Com essa visão, Aleandra também identifica alguns desafios que impulsionam diretamente sua atuação. Por exemplo, conciliar valores individuais com os interesses da coletividade; assim como gerenciar riscos, estar atenta aos movimentos sociais, políticos e mercado financeiro, dedicar-se da melhor forma possível ao desenvolvimento de teses com foco em resultado e corresponder às expectativas.

A advogada também destaca afinidades ao se dedicar ao Direito Ambiental, Agrário e Empresarial. “Ao trabalhar com essas questões, sinto-me mais próxima de minhas raízes (terra, agro e natureza) e posso contribuir para mudar a realidade das pessoas. É um imenso prazer aceitar desafios e buscar o aprendizado constante, haja vista a grandeza e dinâmica das relações jurídicas que permeiam as atividades empresariais, sobretudo do agronegócio, tão pujante neste nosso maravilhoso Mato Grosso”, explica.  

Nascida e crescida em Tangará da Serra-MT, inicialmente Aleandra pensou em estudar jornalismo no sul do país. Porém, necessitou ficar próxima de sua família. “Por também gostar de história e ciências exatas, considerando que o profissional do direito é o conhecedor das leis, de suas razões e soluções, atrelado à possibilidade de seguir carreira em diversos ramos, venci o desafio de conseguir uma vaga na Faculdade de Direito da Universidade Federal de Mato Grosso, vindo a concluir a graduação em 1999. Após a colação de grau, em 2000, passei no exame de Ordem de Advogados do Brasil (OAB), razão de mais orgulho para meus pais”, relembra.

Na condição de estudante, iniciou os primeiros contatos com a advocacia, por meio de estágio remunerado, surgindo, a partir dessa experiência, a vaga para o primeiro emprego como advogada. “Em virtude dos constantes estudos, networking e reconhecimento de competências, fui atraída para outros rumos de atuação, aos quais atribuo significativa parcela do meu amadurecimento profissional”, comenta.

Em Cuiabá, a advogada já foi assessora jurídica no Ministério Público Federal de Mato Grosso e, também, no Poder Judiciário Estadual, tanto em 2ª, quanto em 1ª instância. O contato diário com diferentes modalidades de litígios ampliou sua visão quanto à aplicação de melhores estratégias na condução dos processos e aumento de habilidades de argumentação. Após alguns anos no setor público, em 2011, surgiu a oportunidade de reingressar na advocacia, e desde então vem se dedicando ao Direito Ambiental, Agrário e Empresarial. Atua, outrossim, como administradora judicial em processos de recuperação judicial de empresas e na gestão de bens que são entregues ao Estado, em processos de natureza criminal.

Ao lado de um grande parceiro, é sócia do escritório de advocacia Flaviano Taques Advogados Associados e do Instituto de Auditoria e Administração Judicial (I.Judice). Aleandra também faz parte da atual gestão da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso, na condição de Conselheira Estadual. “É uma grande honra poder zelar e fiscalizar para que a profissão cumpra os seus desígnios sociais, com profissionalismo e ética, bem como conhecer os anseios da sociedade e da classe, propriamente”, comenta. Na OAB/MT, também já participou da Comissão do Meio Ambiente e da Comissão de Estudos das Questões Jurídicas do Agronegócio. Hoje, é membro da Comissão da Infância e Juventude da OAB/MT, e, por meio de um convite da presidente desta comissão, foi convidada para ingressar na Comissão de Gestão e Liderança da Associação Brasileira de Advogados (ABA/MT). “A ABA proporciona ampliação e estreitamento de relações entre os profissionais de diversas áreas jurídicas, institui projetos voltados ao desenvolvimento pessoal e da classe, oportuniza realização de cursos e serviços que muito agregam à carreira do advogado”, finaliza.

Minicurrículo

Pós-Graduada em Direito Constitucional pela Fundação Escola Superior do Ministério Público; pós-graduada em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável pelo Grupo Atame em Convênio com a Universidade Cândido Mendes; pós-graduada em Direito Empresarial e Tributário pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie; pós-graduanda em Falência e Recuperação de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná; extensão em Barter pela Agroschool.

www.ijudice.com.br

@flavianotaquesadv

[email protected]

Advogada Angélica Anai Angulo: há 16 anos atuando em Direito Bancário, em Cuiabá

“Advogar na área de Direito Bancário é muito mais do que só realização financeira. É amor por essa área, assim como é lutar pela classe mais fraca (o consumidor) contra as instituições financeiras”. É dessa forma que a advogada Angélica Anai Angulo vê sua atuação profissional. Ela diz ainda que ser advogada na área de Direito Bancário requer do profissional não só a teoria, mas a técnica, que é fundamental, assim como é importante ter experiência em negociações de dívidas com as instituições financeiras.

Especialista em Direito Bancário, Dra. Angélica iniciou o curso de Direito na Faculdade Unorp, em São José de Rio Preto, São Paulo, e concluiu na Unirondon, em Cuiabá, em 2004. Segundo a advogada, o curso de Direito, sem dúvida, foi a melhor escolha da sua vida. “Após me formar, trabalhei por cinco anos em escritório de advocacia, o que me deu muito conhecimento e experiência nesse ramo. Logo, veio minha vocação com a área de Direito Bancário, que me tornou uma profissional completamente realizada. Pois, por meio da minha profissão, conquistei minha independência financeira, consegui realizar muitos sonhos e projetos e, acima de tudo, aprendi a ter humildade, paciência, perseverança e destemor”, destaca Dra. Angélica.

Proprietária do escritório Advocacia Três As, atua em diversas áreas do direito, mas se especializou em Direito Bancário, área na qual trabalha há 16 anos. Atua com recuperação financeira de crédito empresarial e familiar, por meio de condutas extrajudiciais e também com ingresso de medidas judiciais, ajudando centenas de pessoas a reestruturarem seus orçamentos familiares e empresariais. Trabalha também com análise de contratos bancários, renegociando dívidas de empréstimo, cheque especial, cartão de crédito e financiamentos de modo geral, assim como na defesa do devedor em processo de execução, revisão de financiamento de veículo, revisão de empréstimo, ação de busca e apreensão, inclusive em prestação de contas da venda de bens móveis apreendido, com liquidação do saldo remanescente.

“São muitos os casos que chegam até mim de pessoas que tiveram suas dívidas triplicadas, quadruplicadas, em face de inúmeras renegociações no intuito de não ficarem inadimplentes. Tenho, inclusive, casos de pessoas que saíram da posição de devedor para credor após a revisão contratual”, explica Dra. Angélica.

Além de sua atuação no escritório Advocacia Três As, a advogada integra a Associação Brasileira de Advogados (ABA), em Mato Grosso. “Conheci a ABA por meio de um convite feito pela Dra. Dynair de Souza, para ingressar na Comissão de Direito Bancário, em abril de 2021. Em virtude de o número de membros não ter sido suficiente para abrir a Comissão de Direito Bancário, atualmente faço parte da Comissão de Gestão Estratégica e Liderança da ABA Mato Grosso. Aproveito para agradecer a Dra. Dynair de Souza e a Dra. Ana Lúcia Ricarte, que me receberam na ABA, para somar, compartilhar conhecimento, fazer novas amizades e parcerias”, finaliza.

Instagram: @adv.angelica_advocaciatresas

Advogada Fabianie Mattos Limoeiro explica sobre Direito Bancário

Com experiência na área bancária, há mais de 20 anos a advogada Fabianie Mattos Limoeiro resolveu ampliar sua atuação profissional e optou pela área do Direito Bancário do Consumidor. Antes disso, ela trabalhou como operadora financeira em Goiás, assim como também gerenciou unidades bancárias em Brasília e depois no norte de Minas Gerais.

Desde 1998, a advogada iniciou sua atuação jurídica com especialidade em Reestruturação de Dívidas em Direito Bancário. Em 2001, já em Cuiabá, Fabianie acompanhou a implantação de Varas Bancárias, tendo atualmente quatro em Cuiabá e uma em Várzea Grande.

Fundadora da Mattos Limoeiros Consultoria Empresarial e Advogados, Fabianie conciliou o exercício da advocacia com a docência, tendo lecionado disciplinas de Direito do Trabalho, Direito Tributário e Direito Administrativo. Além disso, em 2010, participou da elaboração da Cartilha do Direito do Consumidor de Cuiabá, voltada para pessoas físicas. Mas a advogada faz um alerta: “Muitas pessoas acham que Direito Bancário e Direito do Consumidor são a mesma coisa. Porém, apesar de usarmos o Código de Defesa do Consumidor, a base legal do Direito Bancário são as normas e legislações do Banco Central (Bacen)”, explica.

A advogada informa ainda que presta assessoria a respeito dos mais diversos tópicos relacionados ao Direito Bancário, atendendo pessoas físicas e jurídicas, dentre elas, empresas e empreendimentos do agronegócio. Pioneira na  seara da Advocacia Bancária em Mato Grosso, Fabianie atua em todo o território nacional, na área de Direito Bancário e Recuperação financeira com expertise em defesas contra bancos: execuções, buscas e apreensões, além de Ações revisionais de contratos bancários. Especialista Processual Cível com enfoque em Execuções, em renegociação de dívidas junto aos bancos, discussão de juros abusivos, sendo sua especialidade recuperação financeira familiar e empresarial, ação de revisão contratual de contrato bancário, contrato de financiamento de veículo, revisão de empréstimo bancário, direito do consumidor, defesa do devedor na ação de execução de contrato bancário, ação de busca e apreensão, inclusive na liquidação de prestação de contas do saldo remanescente de veículo apreendido, avaliação e venda, para abatimento do saldo remanescente.

Forjada pela prática, dedicou sua expertise para evitar prejuízos de seus clientes. Por isso, Fabianie salienta ainda a importância de as pessoas buscarem um advogado antes de realizar contratos com instituições financeiras. Além disso, a advogada faz outra sugestão importante: “quando tiver algum problema com o banco, é importante que a pessoa faça uma reclamação na Ouvidoria dessa instituição financeira e guarde o protocolo”.

Com especialização em Administração Judicial, pelo Insper, a advogada também trabalha como administradora judicial, na área de Falência e

recuperação de empresas. Mas antes mesmo de sua formação nessa área, já se dedicava à reestruturação judicial na prática, como mediadora e conciliadora em várias mesas de negociação entre empresas, bancos e credores.

Em 2020, publicou o livro sobre Ações Revisionais Bancárias, fruto de mais  de 20 anos de experiências na área de Direito bancário do consumidor. Nesse mesmo ano, a advogada foi convidada pela Dra. Ana Lúcia Ricarte a compor a Associação Brasileira de Advogados em Mato Grosso (ABA), atuando na Comissão de Gestão Estratégica e Liderança. “Integrar a ABA me motiva, pois há troca de experiência e informações, bem como vários eventos que contribuem para ampliar o networking e dar visibilidade às comissões e seus membros”, comenta. Além da ABA, Fabianie Mattos Limoeiro também atua como conselheira do Condecon-MT, consenciente MT do Procon Municipal de Cuiabá.

https://www.mattoslimoeiro.com.br/ https://www.instagram.com/mattoslimoeiroadvogados/

Advogado Flaviano Taques fala sobre desafios atuais da profissão

Com a pandemia e a nova realidade imposta pelos períodos de isolamento social, muitos profissionais vêm buscando se reinventar. Para Flaviano Taques, este cenário representa um dos principais desafios atuais para os advogados. “É necessário se manter em um mercado muito competitivo e dinâmico, no qual a atuação do advogado, em 2021, deve transcender o trabalho no contencioso, especialmente com o surgimento do ‘Novo Normal’, ou seja, a modernização e toda a mudança tecnológica no judiciário, que surge diante da pandemia, fora preponderante para a mudança da forma de enxergar o papel do Advogado e sua relação com as partes, judiciário e demais instituições”, opina o jurista. 

Segundo Flaviano Taques, foi necessário o operador do direito se modernizar, com foco em equipamentos compatíveis para o processo digital. “A agilidade com que as demandas surgem e, ainda, mesmo diante de estado pandêmico, manter-se próximo dos anseios de seus clientes, colaboradores e sociedade civil organizada é o desafio do momento. Da mesma forma, aquele profissional que fez o seu dever, ou seja, que está atuando na vanguarda, acabou por ganhar um espaço diferenciado atraindo novos clientes que desejam e procuram agilidade nas soluções de conflitos e encerramento das demandas em andamento”, comenta.

Neste contexto de pandemia, explana o advogado, o número de empresas em dificuldade financeira foi expressivo diante de um cenário de baixo consumo e isolamento social. “Para os profissionais que atuam no Direito Empresarial foi a oportunidade de demonstrar o conhecimento técnico e soluções em remédios jurídicos, para o soerguimento dessas instituições. Sem falar nas inovações como a Recuperação Judicial no Agronegócio, especialmente pelo advento da lei 14.112/2020, com o reconhecimento do produtor rural como empresário apto para uso das benesses do instituto”, explica.   

Flaviano Taques Advogados Associados

O advogado relembra que sua trajetória profissional começa em 2002, com a constituição da sociedade Figueiredo e Oliveira Advogados. “Porém, com o trágico falecimento de um dos sócios, em 2006, surge uma nova e fortalecida empresa com a denominação Flaviano Taques Advogados Associados, cuja expertise, primeiramente, tinha como foco o Direito Socioambiental, com atuação voltada as demandas envolvendo o agronegócio e seus conflitos diante das mudanças na legislação ambiental”, esclarece.

Além disso, Flaviano acrescenta que, durante essa jornada profissional, ganha destaque a atuação nos estudos envolvendo impactos socioculturais em grandes empreendimentos de significativo impacto nas comunidades Indígenas, sendo a participação dos profissionais da equipe preponderante na solução de diversos conflitos relacionados a essa nova especialidade, que ganhou relevância em meados de 2010.

Nos dias atuais, o Direito Societário surge, e esclarece: “Com a crescente e pujante economia de Mato Grosso, a procura para atender as demandas envolvendo o Direito Societário praticamente dobrou nos últimos anos, o que levou a criação dessa área de atuação com uma equipe especializada, sem falar de algumas indicações para atuação como auxiliar do judiciário em Recuperações judiciais, exercendo a honrosa função de Administrador Judicial no âmbito do Estado de Mato Grosso”, complementa o advogado. Dessa maneira, atualmente, o escritório Flaviano Taques Advogados Associados atua fortemente nas áreas Agroambiental, Societária e Empresarial, com profissionais capacitados em cada segmento específico e sempre voltados as mudanças que vem ocorrendo a todo momento nesses ramos de atuação.

Flaviano destaca ainda algumas funções institucionais desempenhadas na Ordem dos Advogados do Brasil, onde exerceu diversos cargos nos mais variados órgãos da instituição e fez parte da gestão em Comissões Temáticas e Caixa de Assistência. “Diante da atuação firme na defesa dos preceitos éticos envolvendo a advocacia na plenitude da função constitucional, fui eleito por unanimidade pelo Pleno do Conselho da Seccional ao cargo de Corregedor-Geral da OAB/MT, para o triênio de 2016/2018”, recorda.

Por fim, o advogado salienta que “a Advocacia forte exerce um papel social extremamente relevante, sendo que as instituições que atuam em complemento ao Papel da Ordem dos Advogados do Brasil, valorizando o advogado, elevando o papel dos profissionais e promovendo a defesa das prerrogativas, merecem nosso apoio incondicional”.

[email protected]

@flavianotaquesadv

www.ijudice.com.br

Advogada Nilse Berlatto Leite fala sobre Direito Ambiental e outras áreas de atuação na advocacia

Desde os 12 anos de idade, Nilse Berlatto Leite sonhava com estudar Jornalismo e Direito. Natural de Planalto, no interior do Rio Grande do Sul, Nilse é filha de agricultores e aos 18 anos se mudou para Primavera do Leste, Mato Grosso. Em pouco tempo começou a trabalhar no Jornal O Diário, onde aprimorou a técnica da escrita, realizando seu primeiro grande sonho de infância, que era o contato com o mundo do jornalismo. Aos 23 anos de idade, casou-se com Wilson Leite, na época funcionário público. Atualmente, além de parceiro de vida, também é de profissão. Juntos, atuam nas áreas de Direito Ambiental, Criminal e Cível com ênfase no Direito de Família.

Com mais de 20 anos de experiência na área jurídica, a advogada também é mediadora judicial, certificada pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT). “Atuo também na esfera extrajudicial, na resolução de conflitos entre as partes, pois são elas as protagonistas de suas histórias. Considero que as melhores decisões para suas vidas são tomadas por elas mesmas, pois as pessoas ainda são a melhor parte de qualquer relação, quer seja pessoal ou profissional”, explica Dra. Nilse.

Segundo a advogada, a área criminal foi sua primeira paixão, ainda na faculdade, mas o Direito Ambiental é um amor que surgiu ao longo do tempo, com a prática na área jurídica, quando trabalhou como assessora na Subprocuradoria de Estado do Meio Ambiente. “Desde então, me dedico à área, pois remonta às minhas origens, à proteção e ao labor na terra. Atuar na esfera ambiental é mais que defender supostos degradadores do meio ambiente, como uma grande maioria pensa. É defender a regularização de propriedades e empreendimentos que, muitas vezes, pela rigidez das normas e a falta de recursos, não conseguem se adequar. É importante lembrar, porém, que, enquanto buscamos culpados, essas mesmas pessoas estão preocupadas em colocar comida em nossas mesas. Nosso estado é um exemplo claro de que a agricultura, a pecuária e a indústria voltada ao agro devem ser respeitadas, homenageadas. Naturalmente, guardadas as exceções”, ressalta.

Para Dra. Nilse Leite, “a advocacia é para os fortes”. Apesar de ela não conhecer a autoria dessa frase, diz que, com certeza, a representa, pois considera que nem sempre é fácil defender a vida, a integridade, a dignidade, o direito das pessoas. “Mas eu busco o melhor para quem eu represento. Eu nasci para fazer bem, o bem. O mal, às vezes, é consequência de nossas atitudes”, opina.

Além de sua atuação na advocacia, Dra. Nilse também atua na Associação Brasileira de Advogados (ABA), desde 2020. “Conheci a ABA por meio da Dra. Ana Lúcia Ricarte. Considero a Associação como uma grande família. A ideia é interagir com colegas dos mais longínquos municípios deste vasto país. Conhecer um colega de profissão de outro estado, ter alguém com quem contar, ter alguém com quem trocar informações sobre sua expertise, é algo levado muito a sério na ABA. Só quem deseja ir além é que se dispõe a integrar os quadros da ABA, pois compreende que a network que é construída é extraordinária”, comenta.

Atualmente, a advogada está na vice-presidência da Comissão dos Direitos da Mulher e é membro da Comissão de Mediação, Arbitragem e Práticas Restaurativas e Sistêmicas, da ABA-MT. Além disso, também integra a Associação Brasileira de Advogados Criminalistas (Abracrim), a Associação de Mediadores Judiciais e Extrajudiciais, Árbitros e Conciliadores de Mato Grosso (Amarc/MT), assim como é voluntária da Rede Justiceiras, que atende mulheres vítimas de violência doméstica e familiar em âmbito nacional e é membro do Grupo Mulheres do Brasil.

Minicurrículo da advogada

  • Graduada em Direito pela Faculdade do Sul de Mato Grosso, atualmente Faculdade Anhanguera, de Rondonópolis – 1997-2001
  • Pós-graduada em Direito do Estado pela Universidade Veiga de Almeida, do Rio de Janeiro/RJ
  • Pós-graduada em Direito Penal e Processo Penal pela Universidade Gama Filho, do Rio de Janeiro/RJ
  • Pós-graduada em Direito Ambiental pela Faculdade Internacional de Curitiba/PR
  • Pós-graduanda em Direito e Agronegócio pela Faculdade Metropolitana de Rio Preto/SP
  • Graduanda em Psicologia pela Fasipe, de Cuiabá
https://nilse-berlatto-leite-advocacia.negocio.site/
https://www.linkedin.com/in/nilse-berlatto-leite-07275b92/

https://www.instagram.com/nilseberlatto.adv/?hl=pt-brhttps://www.facebook.com/nilse.berlattoleite/

Compartilhe esse Post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤ por go7.site