Quinta-Feira, 02 de Setembro de 2021

Como planejar o próprio negócio e alcançar o sucesso

“O maior segredo do sucesso é: ele não tem nenhum segredo.” Esta frase que li na Introdução de um livro de Napoleon Hill me fez refletir. Como assim, não há segredo para o sucesso? Então, por que algumas pessoas são mais bem sucedidas que outras? Por que algumas pessoas, por mais que se esforcem, não alcançam o sucesso almejado?

Bem, a ideia aqui não é explanar o que foi escrito em algum livro, mas fazer as ponderações necessárias para traçar um caminho, o do sucesso.

Desde tenra idade aprendemos que é preciso lutar para conseguir as coisas. Bebês choram para serem atendidos. E se é assim em família, na sociedade e no mundo corporativo a concorrência é ainda maior. Por isso a expertise é necessária.

Não importa qual área seja a escolhida para atuar, se no comércio, na indústria, no agronegócio, como autônomo ou profissional liberal, conhecer os detalhes do negócio, do cliente e da concorrência fazem a diferença.

Para começar, é preciso elaborar um esboço do projeto. Por que elaborar primeiro o esboço? Porque o projeto, o plano do negócio, é o documento que formaliza todas as ideias, objetivos e ações a serem desenvolvidas. Ele pode ser revisto constantemente, se adequando às mudanças consideradas necessárias. Mas ele nasce de um simples esboço, de uma ideia. São os insights que devem ser anotados, porque deles surgem grandes projetos.

Depois de traçado o esboço, partir para o planejamento é um caminho fácil e seguro, afinal, todas as pesquisas de mercado já foram feitas. Ele deve ser simples e conciso, despertar o interesse de quem lê, demonstrar a experiência do profissional ou da empresa e fornecer uma visão geral e clara do plano de trabalho, qual o produto ou serviço oferecido.

Dizem que errar no papel é melhor que errar no mercado, e isso é verdade. É importante saber quais os objetivos e quais os caminhos devem ser seguidos para alcançar tais objetivos, diminuindo riscos e tornando o negócio viável.

Planejar é um passo extremamente importante e pode definir o sucesso, ou o fracasso, do projeto. Com o plano em mãos, é possível antecipar-se aos possíveis erros e conhecer os pontos fracos e fortes do negócio. É possível chegar ao mercado com mais segurança e conhecimento. Por isso a necessidade da análise do mercado, conhecer as próprias metas, assim como as tarefas a serem adotadas para atingir tais metas.

Como advogada, gosto do direito com todas as suas nuances, mas foi preciso me especializar para avaliar com senso crítico e indicar a solução adequada para a demanda trazida pelo cliente. Quando me proponho a mediar uma situação, por exemplo, é porque o conhecimento técnico me permite propor tal opção. Outras situações, por sua vez, apenas o Judiciário poderá oferecer ao cliente a sensação de justiça, fazendo com que alcance o objetivo, ou algo próximo do pretendido. E eu, como profissional, estou à disposição para auxiliar na solução do conflito.

Na área ambiental os desafios são diversos. Não raras vezes, quando o ‘problema’ chega às minhas mãos, o caos está instalado. Mas sempre há aquela ‘luz no fim do túnel’, mesmo quando todas as setas indicam caminho contrário. Conhecer da área e a legislação específica é necessário para alcançar o resultado desejado. Outras vezes, readequar um projeto que está equivocadamente sendo desenvolvido é o caminho mais seguro para que todos possam ganhar: o empreendedor, o meio ambiente, a sociedade.

Não importa a área de atuação, é preciso conhecer do próprio negócio, produto ou serviço oferecido, bem como a necessidade do cliente e a técnica para atender sua demanda. Caminhos considerados tranquilos são mera especulação e não nos levam ao sucesso pessoal e profissional.

Nilse Berlatto Leite é advogada. Com mais de 20 anos de experiência na área jurídica, é mediadora judicial e extrajudicial e sócia fundadora do escritório Berlatto e Leite Advocacia, com atuação nas áreas de Direito Ambiental, Criminal, Trabalhista e Cível com ênfase no Direito de Família.

Membro da Associação Brasileira de Advogados – ABA.

Membro da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas – ABRACRIM

Presidente da Comissão Mato-grossense das Advogadas Criminalistas – ABRACRIM Mulher.

Compartilhe esse Post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤ por go7.site