Terca-Feira, 27 de Julho de 2021

Cuidado com os golpes – 220 milhões de brasileiros tiveram seus dados pessoais vazados

Por Flávio Ricarte

A denúncia foi feita inicialmente pela empresa Psafe, reconhecida em segurança da informação. Nela, aponta-se que os primeiros dados estavam restritos ao CPF, data de nascimento e gênero. Todavia, houve um segundo vazamento, só identificado no dia 19 de janeiro.

Diante disso, há indícios de que foram vazados fotos de rostos, endereços, scores de crédito, declarações de imposto de renda, informações sobre participantes do bolsa família e até de salários de trabalhadores.
Especialistas suspeitam que esse incidente de segurança poderá ser considerado o maior vazamento de dados já registrado no país. Estamos falando dos dados de 220 milhões de brasileiros, vivos ou mortos.

Há suspeitas de que as informações expostas sejam de origem da empresa de análise de crédito Serasa Experian. Entre os indícios dessa tese está o score de crédito e a base de dados Mosaic, que classifica os consumidores em 11 grupos e 40 segmentos. Essa classificação é usada pelo Serasa. A empresa nega ser a fonte do incidente de segurança. A Ordem dos Advogados do Brasil enviou ofício à Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), requerendo “imediatas medidas” sobre o incidente. A Senacon e o Procon-SP já estão averiguando o caso e notificaram o Serasa, apontado como possível origem do vazamento.

Certo é que diante desses fatos lamentáveis há criminosos com a posse de milhares de dados, o que pode resultar em crimes ainda mais sofisticados contra a população.

Por isso, é importante que os brasileiros sejam informados sobre tais acontecimentos e recebam orientações especializadas, para que seja reduzido o número de vítimas de crimes de extorsão e roubo, por via de smartphones e computadores.

Neste sentido, elencamos 7 dicas para aumentar a sua proteção contra esses crimes. São elas:

1 – Bancos não enviam link para acesso por telefone nem por e-mail, por isso não clique em nada em caso de dúvida. Ligue para seu gerente, ou vá até a instituição financeira.

2 – Nunca passe a senha da sua conta para terceiros, empresas e bancos. Se receber uma ligação requerendo dados pessoais e senhas, desligue imediatamente. Depois, procure o número no site oficial da empresa e ligue de outro celular para garantir que esteja falando com eles, e não com um cibercriminoso.
3 – Fique de olho nos seus extratos bancários semanalmente. É importante perceber que você foi vítima de um crime cibernético o quanto antes.
4 – Não faça transferências para outras contas quando solicitado pelo WhatsApp ou mensagem. Em caso de urgência ligue para a pessoa e faça a transferência para a conta da pessoa de sua confiança e não de terceiros. Crie um código com seus familiares para casos de emergência. Ex.: “fumaça família”.
5 – Pesquise sobre os aplicativos antes de baixá-los, sua reputação na internet e as avaliações.

6 – Faça a confirmação da sua conta no whatsApp em duas etapas: no Google e Youtube você aprende de forma rápida e prática. (Na tela inicial do WhatsApp, clique no ícone representado por três pontos e vá em Configurações; Acesse a opção Conta e depois Verificação em duas etapas; Clique em Ativar e prossiga para definir o código PIN).
7 – Instale um antivírus no seu computador e no seu aparelho celular. Um bom antivírus não custa caro e previne esses equipamentos de ataques criminosos. A Lei Geral de Proteção de Dados está em vigor desde o dia 18 de setembro de 2020. Esse normativo busca regulamentar a forma como os dados pessoais são tratados e, por consequência, proteger os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade e a livre formação da personalidade de cada indivíduo.

Para que isso ocorra é imprescindível o foco no trabalho preventivo, para evitar e minimizar os riscos de vazamento dos dados de clientes, fornecedores e colaboradores e a conscientização da população brasileira.
Proteja-se.

Flávio Ricarte, advogado e empresário, membro da Comissão de Direito Digital da ABA-Cuiabá e sócio da Mais1Digital consultoria e treinamentos

Compartilhe esse Post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤ por go7.site